Redemoinho causa estrago em fábrica de Parelhas

Um “redemoinho” chamou a atenção de funcionários de uma fábrica de cerâmica nesta última segunda-feira (22) no município de Parelhas, na Região Seridó do Rio Grande do Norte. No registro, é possível ver a formação do “redemoinho” e ele ganhando forma e força em seguida.

De acordo com o meteorologista José Espínola, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), esse fenômeno é considerado um mini vórtice.

“Isto acontece muito na época mais quente do ano. Aqui na Região Oeste do RN, entre os meses de setembro e dezembro. São mini vórtices que se formam em função da diferença de temperatura e de pressão atmosférica entre duas regiões próximas” , disse ele

O meteorologista reforça que esse fenômenos são comuns na região e que eles são formados em áreas mais abertas, como “uma área com vegetação ou água e outra próxima com o solo descoberto”.

Após a formação do fenômeno, os trabalhadores mostram no vídeo o estrago causado por ele. É possível ver parte da cobertura da fábrica descoberta e as telhas no chão.

“Muito comum aqui no Nordeste. São chamados vulgarmente de redemoinhos”, esclarece o meteorologista

G1/RN