Prefeito de São Paulo foi sepultado em Santos, onde foi sepultado seu avô Mário Covas, ex-governador de São Paulo

O corpo do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, Bruno Covas (PSDB) foi velado na tarde deste domingo (16) na sede da Prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá, na região central da cidade, onde ele exercia o cargo de chefe do Executivo municipal.

O enterro, também restrito à família, foi realizado no Cemitério do Paquetá, em Santos, onde foi sepultado o corpo de Mário Covas, ex-governador de São Paulo e avô de Bruno que também morreu em decorrência de um câncer, em 2001.

Na sede da prefeitura, as bandeiras do estado e do município foram hasteadas a meio mastro em sinal de luto. O prefeito Ricardo Nunes (MDB) assumiu o cargo após ato da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo e seu primeiro ato foi decretar luto oficial de sete dias na cidade. O governador João Doria (PSDB) também decretou luto oficial de sete dias no Estado.

Bruno Covas, morreu às 8h20 deste domingo aos 41 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Desde 2019, ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Deixa o filho Tomás, de 15 anos.

FONTE G1