Grupo Verso Prosa de Caicó, desenvolve cinco projetos aprovados na Lei Aldir Blanc

O grupo Verso e Prosa surgiu em 2010,na casa de Cultura Popular de Caicó, formado por uma família de artistas da cultura popular: Maria de Lourdes, Túlio Fernandes e os filhos, Ícaro e Júlia. Eles trabalham com o cordel, a bonecaria e o artesanato, agregando cantoria de viola e coco de embolada nas apresentações do teatro de mamulengos.

O grupo também integra a Feira de Artesanatos Caicó Mostra Caicó, que funciona aos sábados, vendendo brinquedos de madeira, mas devido a pandemia, ficaram sem expor, como também, impossibilitados de prosseguirem com as apresentações artísticas.  Com a Lei Aldir Blanc, a família teve projetos aprovados no edital do Estado e no edital do Município de Caicó.

“A Lei Aldir Blanc foi um grande incentivo do ponto de vista financeiro, artístico e publicitário, posto que muitos trabalhos foram divulgados através das lives, promovendo um grande respiro para a classe artística, que foi a primeira a parar e provavelmente será a última a voltar ao trabalho presencial”, diz Lourdinha.

No âmbito da música e poesia, houve aprovação de projeto no edital municipal da Lei Aldir Blanc, que consiste em live de música e poesia, transmitida pelo youtube, e canal 175 da Brisanet, e serão apresentadas músicas de autoria de Túlio Fernandes e músicas nordestinas, tocadas e cantadas por Ícaro Fernandes. Já as poesias serão declamadas por Túlio, Lourdinha Medeiros e a filha caçula, Júlia Medeiros. A live será dia 25 de fevereiro, a partir das 19h30.

Entre os projetos aprovados teve “A construção de brinquedos populares de madeira e confecção do boneco João Redondo”, que será divulgado de 26 de fevereiro a 1º de março, às 13h, pelo youtube, no canal Grupo de Cultura Popular Verso e Prosa. O projeto foi aprovado em edital estadual da Lei Aldir Blanc.

Já a partir de dia 1º de março, às 13h, um novo projeto terá início. É quando a confecção de brinquedos de papel, será abordada em um dos projetos, junto aos brinquedos de madeira, com Túlio Fernandes.

E seguindo com os projetos de motivar a criação, dia 03 de março, Lourdinha Medeiros inicia também na página de youtube Grupo de Cultura Popular Verso e Prosa, o projeto confecção de calungas, que irá agregar brincadeiras de calungas. Ambos aprovados em edital municipal da Lei Aldir Blanc.

No âmbito literário, houve aprovação de projeto de Ícaro Fernandes, em edital municipal Lei Aldir Blanc, com o livro Contos da Velha Terra. São 09 contos e será lançado dia 05 de março, no instagram @caru.fernandes.

A página da família no youtube, já tem publicação de trabalhos do Grupo Verso e Prosa. Com apoio da Lei Aldir Blanc, em editais do Estado e do Município, a página transmite vários vídeos com oficinas e apresentações do grupo, incentivando também esta confecção criativa de bonecos de madeira e de papel.

A produção criativa que enriquece a imaginação leva, principalmente para as crianças, uma opção de atividade lúdica, saudável e de lazer, em tempo de pandemia.

As redes sociais do grupo são:  Instagram: @grupoversoeprosa, Facebook: Grupo de Cultura Popular Verso e Prosa e Canal no YouTube: Grupo de Cultura Popular Verso e Prosa.

Fotos: cedidas