Em sua primeira mensagem anual, o prefeito Dr. Tadeu expõe como pretende conduzir Caicó: transformando o município num centro econômico de negócios e criando a marca-cidade ‘Terra de quem faz bem feito’

O prefeito de Caicó, Dr. Tadeu, iniciou sua mensagem anual, a primeira de sua gestão, afirmando que ele, e sua equipe, já estão trabalhando para tirar a cidade da “dificílima situação em que a encontrou”.
“Traçando metas para a saúde, educação, infraestrutura urbana e rural, esporte, cultura, lazer, arte, assistência social, saneamento ambiental e o desenvolvimento econômico”, afirmou. O prefeito também citou a geração de oportunidades de emprego para jovens e a população economicamente ativa.
O prefeito de Caicó disse apostar na estratégia de transformar Caicó num Centro Regional de Negócios: “com ampliação e a atração de indústrias, comércio e serviços”. Dr. Tadeu disse estar certo que o ponto de partida é a “implantação do Complexo Industrial de Serviços e Comércio de Caicó – o CISCOM” e confirmou que o pedido de recursos já está em tramitação no Ministério do Desenvolvimento Regional, em Brasília, e junto ao Governo do Estado.
O prefeito pediu o apoio da população e à Câmara de Vereadores de Caicó: “vou encaminhar para apreciação dos senhores vereadores, nos próximos dias, um projeto de lei criando incentivos fiscais para empresas que venham se instalar em Caicó. Uma lei para dar segurança jurídica às empresas que venham se instalar em nosso CICOM. Assim como tem o PROEDI, a lei de incentivos fiscais  do estado, vamos ter a nossa lei de incentivos municipal. Vamos trocar impostos por emprego. E vamos fazer isso debatendo aqui na Câmara os critérios legais e os mecanismos de eficácia para esses incentivos”, disse.
O prefeito Dr. Tadeu também aproveitou para anunciar a “Marca-Cidade”, que será: CAICÓ: TERRA DE QUEM FAZ BEM FEITO: “criar um elemento de identidade para resgatar e destacar a força que o nome Caicó tem em todo o país e até no exterior. Nossa marca-cidade virá com um slogan que representa bem um conceito que já faz parte da nossa melhor tradição”, afirmou.
O prefeito de Caicó afirmou que recebeu o município com as contas bloqueadas: “FPM e o ICMS de Caicó estão bloqueados por obrigações não cumpridas nos últimos meses da gestão anterior. É como você receber um carro com o tanque vazio, sem bateria, com os pneus furados”, comparou. Mas, deixou claro: “não tenho pretensão de administrar olhando pelo retrovisor”, no entanto disse ser necessário deixar claro para a população como encontrou Caicó.

Citando o seu vice-prefeito, Toinho Santiago, Dr. Tadeu disse que ambos foram eleitos e acreditam que a população os escolheu porque confiam que eles e sua equipe vão ‘resolver Caicó’. E confirmou: “não tenham dúvida. É isso que vamos fazer”.