Curso de Nutrição da UFRN inaugura primeiro laboratório ‘horta’ do Brasil e projeto já é reconhecido pela ONU

CCom 400 alunos atendidos no momento, entre estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da rede básica de ensino, foi inaugurado oficialmente nesta segunda-feira, 29, o Laboratório Horta Comunitária Nutrir (LabNutrir) da UFRN, primeiro Laboratório Horta em um curso de nutrição no país.

Localizado nas imediações do Departamento de Nutrição, o espaço existe enquanto horta desde o ano de 2017, e já conta, neste período, com 110 espécies representativas da biodiversidade brasileira, atuando também no assessoramento da implantação de cinco hortas ecopedagógicas na cidade de Natal.

Destacando que o objetivo principal do Laboratório é o de se apresentar como um espaço de formação de profissionais capacitados para atuar na elaboração de agendas públicas que comportem a complexidade da nutrição em políticas, pesquisas e prestação de serviços para a comunidade, a coordenadora do Laboratório, Michele Jacob, ressaltou que a experiência “nos ensina a olhar o mundo sob outra perspectiva”.

“O trabalho com hortas comunitárias é reconhecido como estratégia de fortalecimento da ação comunitária, necessária ao fortalecimento da participação social. A experiência do LabNutrir nos ensina sobre como a Universidade pode prestar um serviço público de relevo à comunidade, nos convidando a revisitar nossas concepções não só de nutrição, mas de educação e ciência cidadãs produzidas em um ambiente público que valoriza as pessoas e a vida”, colocou.

Destacando que a Horta Comunitária Nutrir foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um projeto de relevo para a promoção da alimentação como direito humano e que também esteve entre as práticas exitosas do prêmio ODS Brasil 2018, a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, ressaltou que o Laboratório é um exemplo de que “plantamos juntos ideias, que se transformam em planos e depois em ações”. A reitora acrescentou que chama a atenção uma das características da iniciativa, referente à junção da interdisciplinaridade, inovação e inclusão.