Caicoense de 101 anos foi vacinada contra Covid-19 em Parnamirim

A mãe-avó do multi-artista caicoense, Wellington Cassimiro, Mariana de Souza Araújo, que nasceu em Parelhas em 18 de agosto de 1919 e morou em Caicó até cinco anos atrás, já recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19. “Pode dizer que ela é caicoense, morava aqui desde pequena e ama essa cidade”, orgulha-se o filho-neto de Dona Mariana.

O artista diz ao blog que sua ‘mãe-avó’, foi quem o criou: “ela criou a mim e a minha mãe biológica”.  Dona Mariana vive hoje com a única filha biológica em Parnamirim, onde foi vacinada.

Dona Mariana é viúva de Abílio Cassimiro de Araújo, acariense, funcionário do DNOCS, que foi chefe da carpintaria do órgão e faleceu aos 86 anos.

Wellington relata que sua mãe-avó é acamada porque não enxerga nem consegue mais andar: “no entanto, é lúcida e vai fazer 102 anos em agosto próximo”, diz o artista.