Alexandre Muniz nunca foi exonerado do Centro Cultural Adjuto Dias em Caicó

O ator Alexandre Muniz, que está à frente do Centro Cultural Adjuto Dias em Caicó desde 27 de março de 2015, por indicação da classe artístico-cultural do município, passou do governo Robinson Faria para o governo Fátima Bezerra sem sequer ser exonerado.

“Recebi a informação do governo Fátima Bezerra ainda na formação da equipe, em dezembro de 2018, que eu permaneceria”, informou Alexandre ao blog.

Alexandre disse que já esteve reunido com representantes do governo do estado e pediu, entre outras solicitações, suporte de pessoal para que o Centro Cultural funcione: “não temos ASG, porteiro, o básico para funcionar”, relatou aos interlocutores de Fátima Bezerra.

Também colocou em pauta o chamado Edital de Ocupação, que favorecerá os artistas para utilizarem gratuitamente o Centro Cultural na apresentação de suas atividades na área cultural.