Águas do Rio São Francisco chegam a região metropolitana de Fortaleza

As águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco chegaram nesta quarta-feira (10) ao Reservatório Castanhão, no Ceará.

A barragem, que recebe águas do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), é responsável pelo abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza. A liberação das águas ocorreu no dia 1º de março e vai garantir segurança hídrica para os cerca de 4,5 milhões de habitantes da região, além de possibilitar a realização de testes na estrutura do CAC.

“As águas do São Francisco estão chegando ao Ceará diretamente para o Reservatório Castanhão. O povo do Estado será muito beneficiado com essa obra do Cinturão das Águas”, destaca o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Até o momento, o Governo Federal repassou R$ 1,18 bilhão para o CAC, que tem 65,41% de execução.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, ressalta que uma das prioridades do Governo Federal é levar água para as localidades que mais precisam, sobretudo no Nordeste.

“Depois de oito anos do início das obras do Cinturão das Águas, estamos chegando ao Ceará com as águas do São Francisco. Essa medida é fundamental para garantir que a população de Fortaleza e de toda a região metropolitana tenha garantido o acesso à água em qualidade e quantidade”, destaca.

Desde 2012, o Estado do Ceará enfrenta uma das piores crises hídricas da história. A Região Metropolitana de Fortaleza correu riscos de precisar de abastecimento por meio de carro pipa em diversas ocasiões, como em 2016 e 2017.

Antes da abertura das comportas no último dia 1º, segundo o governo do estado, o volume disponível do Sistema Integrado Jaguaribe estava em apenas 13,8%. Com essa chegada das águas do Projeto São Francisco, o abastecimento regular fica garantido.

Fonte: gov.br