Tem muita fake news sobre vacinas e Bill Gates nega que está fazendo um chip contra Covid-19 para implantar nas pessoas

As vacinas são aguardadas com ansiedade, mas envolvem pesquisas internacionais sérias. Por isso, é preciso aguardar a reposta da ciência e seguir informações confiáveis. Há muita fake news sobre o assunto circulando na internet. A mais nova mentira diz que o bilionário e filantropo americano Bill Gates está finalizando uma “vacina não líquida” que protege a pessoa do coronavírus com um microchip colado à pele, para obter informações pessoais de cada um. A Fundação Bill & Mellinda Gates, que o fundador da Microsoft criou em 2000 com a mulher, diz que a afirmação não é verdadeira. A entidade de fato está ajudando no financiamento de uma vacina para a Covid-19, mas ela é líquida e não inclui um chip.

Outra notícia falsa que circulou foi a de que o cientista Bing Liu foi assassinado nos EUA após descobrir uma vacina contra o novo coronavírus. De fato o pesquisador foi morto, mas foi um crime passional e ele não estudava uma vacina e sim os processos biológicos do vírus.

Há pouco mais de um mês tem sido compartilhada nas redes sociais a imagem de uma caixa e de sachês com a inscrição Covid-19 e a seguinte legenda: “Vacina pronta. Capaz de curar o paciente dentro de três horas após a injeção. Tiremos o chapéu para os cientistas dos Estados Unidos”. Mais uma mentira: o mundo inteiro busca uma vacina não para curar, mas para evitar que as pessoas sejam infectadas pelo novo coronavírus. Por essas e outras que é preciso ter certeza de que a informação tem origem confiável, obtida por meio de jornalismo sério com as mais importantes fontes de saúde.

FONTE: EXTRA