Fiocruz diz que insumo que chega no sábado é para 12 milhões de vacinas

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou na manhã desta ontem (17), em audiência no Senado, que os dois próximos lotes de ingrediente farmacológico ativo (IFA) para a vacina da AstraZeneca produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) devem ser enviados da China para o Brasil na próxima sexta-feira (21), com chegada prevista para sábado (22). Na semana passada, a Fiocruz informou que estava com estoque baixo.

O IFA é matéria-prima para produção das vacinas, que o Brasil importa em grande parte da China. Neste momento em que o mundo inteiro tem demanda por IFA, oposicionistas avaliam que declarações do presidente Jair Bolsonaro contra a China prejudicam as relações diplomáticas entre os dois países e provocam demora no envio da matéria-prima de vacinas.

Segundo o secretário Rodrigo Cruz, o volume de insumos será suficiente para produção de cerca de 18 milhões de doses da vacina da AstraZeneca.

No fim da tarde, a Fiocruz divulgou nota na qual informa que receberá no próximo sábado insumos, mas para a produção de 12 milhões de doses.

“Com as novas remessas, as entregas de vacinas estão asseguradas até a terceira semana de junho”, diz a nota da Fiocruz.

Rodrigo Cruz deu a informação em audiência da comissão no Senado que acompanha as ações governamentais para combate à pandemia. Antes, a previsão anunciada do IFA para o fim de maio era de duas datas para embarque do insumo, parte no dia 21 e parte no dia 29.

“A gente recebeu hoje [segunda] a confirmação de envio de dois lotes no dia 21 de maio. Então, a gente teria dois embarques, um confirmado para o dia 21, com chegada no dia 22, e um planejado para dia 28, com chegada para o dia 29. A boa notícia é que hoje recebi a confirmação de que esses dois lotes vão ser embarcados no dia 21 de maio”, disse.

Fonte G1 RN