Dona Magdalena, aos 86 anos, faz sucesso na rede social, dividindo suas histórias com o público

Precisando lidar com o isolamento social e o medo constante de Covid, idosos tem procurado alternativas para permanecerem ocupados e convivendo com as pessoas, mesmo que virtualmente.

Morando em chácara, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro, está a senhora Magdalena Sim, 86 anos, que mora com as duas filhas, Daniela Sim e Martha Sim. Na chácara, funciona o Daazrio, um restaurante em casa, onde o cliente sente-se parte da família, dividindo mesa comunitária e criando laços. Este tipo de restaurante é conhecido mundialmente como “restaurante secreto”, “puertas cerradas”, ou “supper-club”.

Desta forma, a Dona Magdalena, que é muito comunicativa e alegre, sempre conviveu com muitas pessoas, compartilhando, com muitos risos e brindes, suas histórias. Com a pandemia, veio a necessidade de isolamento social, e houve a perda de uma irmã muito querida. Foi então, que surgiu a ideia de criar uma página no Instagram @lenaemdoses, driblando a solidão em dias de pandemia.

Na @lenaemdoses, Dona Magdalena compartilha vídeos dando dicas sobre drinks, opinando sobre whisky (que ela adora!),  comentando sobre as viagens, famosos que conheceu, moda, fatos marcantes e amenidades.

Para surpresa delas, um dos vídeos da Dona Magdalena, viralizou nos últimos dias pela internet e já conta com quase 100 mil visualizações.

“Ela tinha necessidade de falar, sempre foi muito falante, e eu e minha irmã não éramos suficientes para tanta história. Um dos vídeos eu postei na página da Daasz porque mamãe é o grande diferencial de nossos eventos, é nossa anfitriã! Faz algumas semanas que eu percebi que esse vídeo da mamãe está começando a viralizar. Várias pessoas vindo comentar o vídeo e alegres de ver uma idosa bem, que fala de whisky e amenidades” disse a filha Daniela, que é gastrônoma e chef de cozinha @daazrio

Felizmente Dona Magdalena já tomou a segunda dose da vacina contra Covid, mas continua seguindo os cuidados de lavar sempre as mãos e usar máscaras.

” Não tive reação da vacina, não virei jacaré, nem bolsa,” brinca Dona Magdalena.

Ela também destaca o parabéns para o SUS: ” Viva o SUS! A gente tem que dar parabéns. Esta gente é incansável. E até me ligaram para saber se eu tinha tomado segunda dose. Tem muita coisa boa acontecendo, a gente não pode perder a esperança” diz ela.

Fotos @lenaemdoses e @daaszrio