Documentário “Corpos (In)Visíveis – entre o Lixão e o Frei Damião”, está no ar, logo mais às 17h

Será exibido logo mais, às 17h deste domingo, no canal Corpos (In) Visíveis do Youtube, o documentário “Corpos (In)Visíveis – entre o Lixão e o Frei Damião” que traz a realidade dos moradores da comunidade Frei Damião, em Caicó, distante da cidade e do alcance da plena cidadania.

O documentário tem roteiro e direção do professor de Artes, Jailson Valentim dos Santos, que conheceu os protagonistas do documentário em sala de aula do Centro Escolar de Jovens e Adultos Senador Guerra, de Caicó.”Eram cinco pessoas ligadas ao lixo na sala de aula. Eles se juntaram, como forma de ajudar um ao outro, e decidiram estudar na Escola de Jovens e Adultos. Todos eles concluíram”, diz o professor.

Os protagonistas são trabalhadores do lixão e o documentário transita entre o bairro e o lixão problematizando questões básicas como trabalho, saúde, educação, meio ambiente, cotidiano, realidade e sonho.

“A ideia do documentário é trazer a luz para essas pessoas que não são vistas em sociedade, que são invisibilizadas. Os protagonistas trazem denúncias muito pertinentes, falam sobre a escola, a saúde, a vulnerabilidade no trabalho, a questão do meio ambiente. Então, o que a gente percebe no documentário é uma consciência muito grande que eles tem, do que deve ser feito. Eles tem as soluções” diz o diretor Valentim dos Santos.

A ideia do documentário foi semeada a partir de um livro, quando, depois da aula de Artes, Geane Carla e o esposo Silvanilson Furtuoso, procuraram saber mais e o professor teve a ideia de trazer para eles o livro “O Quarto de Despejo” de Maria Carolina de Jesus.

“Eles se viram dentro da história. Nada chocava nem era novidade para eles. Houve uma identificação. Eles diziam que a Maria Carolina falava o que eles viviam e que viver na favela ou no lixão do Frei Damião não tinha diferença nenhuma e que isso não determina o caráter deles. Então, com a Lei Aldir Blanc, Geane Carla indagou sobre a possibilidade de fazer algo para mostrar o Frei Damião e suas 100 famílias. Foi a partir disso que partimos para realização do documentário” conta o diretor Valentim dos Santos.

O roteiro e direção é do professor Valentim dos Santos e a produção é de Geane Carla e Silvanilson do Santos Furtuoso. Os protagonistas são Geane Carla, Silvanilson dos Santos Furtuoso, Maria Raimunda Ferreira, Marcos Sandro Sabino dos Santos, Manoel Cândido dos Santos e José Leite da Silva, todos residentes no Frei Damião. As imagens e edição do vídeo são de Douglas Almeida e Ronnie Marcos, a Direção de Arte é de Ravena Cardins e Imagens Aéreas de Gabriel Morais de Souza.

O Projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc (Lei 14.017/20), por meio do Edital simplificado nº 06/2020, da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes – Caicó/RN, com patrocínio da Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.