1º Curta Ipueira promove arte e cultura, divulgando o lugar para o mundo

O município de Ipueira RN, está realizando o 1º Curta Ipueira com objetivo de incentivar a arte e a cultura local, divulgando Ipueira de forma positiva, através de trabalhos audiovisuais produzidos por pessoas do município, mostrando como enxergam seu lugar.

A ideia surgiu de um grupo formado por quatro vereadores da cidade: Isa Macedo, João Alberto, Bruno Santos e Victor Pessoa. Eles resolveram realizar este projeto, financiando de forma independente, sem recurso público, sensibilizados com o fato da pandemia atingir principalmente o setor artístico cultural.

“Estou vereador e sou poeta. Sei que a arte, cultura e educação são três pilares essenciais para o desenvolvimento da sociedade, porque gera emancipação, a gente aprende a pensar, a ter discernimento. O principal objetivo do Curta Ipueira é incentivar a arte e a cultura de Ipueira, mostrar Ipueira ao mundo. Já que tem a internet ao nosso favor, então, temos como mostrar o nosso município e suas riquezas culturais e artísticas ao mundo”, destaca João Alberto, conhecido como Beto de Joãozinho.

Com a pandemia, o setor artístico cultural tem vivenciado sérias dificuldades, visto que exposições, espetáculos, shows e outros eventos, ficam impossibilitados de acontecer de forma presencial, devido haver aglomeração. Então, promover o festival audiovisual, com divulgação em rede social, premiações e interação virtual com o público, também foi uma forma de favorecer estes artistas, dando oportunidade de desenvolver trabalhos na área audiovisual e serem premiados por isso.

“O setor artístico cultural foi um dos primeiros que parou devido a pandemia e provavelmente será o último a voltar, visto que, aonde existe cultura e arte, há aglomeração. Quando a Lei Aldir Blanc, do governo federal, chegou aos municípios, houve uma certa burocracia,  e percebemos que era preciso fazer algo de forma independente, que não esperasse exclusivamente pelo repasse federal. Então, idealizamos o 1º Curta Ipueira, um festival simples, democrático e sem burocracia, para ser ao alcance da população”, explica Beto.

São 8 curtas com diferentes temas, dentro do contexto da valorização de Ipueira e seu povo: o trabalho desenvolvido pelo povo, as festas culturais do município, a poesia em cordel, o amor de uma cidadã pelos animais do lixão, as mulheres bonequeiras, a história de uma trans que saiu da zona rural para conquistar seu espaço, um jovem falando de seu amor por Ipueira, e um idoso que perdeu a visão, mas, conhece as ruas do lugar, pela quantidade de seus passos ao atravessar cada uma.

Inicialmente foi lançado um edital para inscrições, tendo como critério que seus participantes tivessem idade a partir de 10 anos e morassem no município. A proposta era de fazer um vídeo de até 5 minutos, destacando Ipueira, através de suas histórias, sua gente, sua cultura.

A partir das inscrições, que foram gratuitas, os vídeos foram publicados em página da rede social Facebook, Curta Ipueira, onde as pessoas assistem os vídeos e escolhem um vídeo preferido. Também haverá a votação técnica formada por cinco jurados, onde cada técnico irá também escolher um vídeo. O voto do internauta contabiliza 1 ponto e o voto do jurado técnico, contabiliza 30 pontos. O somatório irá definir três finalistas, que serão premiados com mil reais no 1º lugar, 400 reais no 2º lugar e 200 reais, no 3º lugar.

O 1º Curta Ipueira tem parceria com o projeto Bombom Arte, do artista plástico Gianotti Lucena. O artista sabugiense fez doação de três telas suas, para integrar as premiações. “É com grande satisfação que o projeto Bombom Arte se une ao 1º Curta Ipueira, uma iniciativa de jovens ipueirenses que buscam a valorização e o incentivo às futuras gerações na cultura. É preciso mudar o mundo através da arte” destaca o artista.

O resultado e entrega das premiações do Curta Ipueira, acontece nos dias 21 e 22 de fevereiro.